Luria Nolasco

Posted by on ago 20, 2015 in Diário

Continue

luria-you-are-going-to-be-fine-final-70pct

Há menos compromisso, na arte digital, em colocar-se como instrumento fotorealista e mais em fazer-se ferramenta com o intuito de contar uma história.

Luria Nolasco é uma personagem que, desde o nome até a aparência, torna missão ser desdobramento da criatura cuja natureza rara e lassa se faz presente de forma latente, constante e – com boa dose sacrifício – contida em um cerne que parece maior por dentro que se faz visível por fora.

Infância sequestrada ou inadvertido e sôfrego primeiro passo numa jornada de auto-conhecimento e constatações excêntricas acerca da realidade, Luria Nolasco, como tantas outras pessoas, não teve a escolha sobre o que testemunharia ou a que seria exposta quando criança.

Em seu caso, contudo, a mente cheia de fantasia, de uma menina que sentia a si mesma cadete espacial lutando divertida contra invasores alienígenas acabou por perceber que em alguns pontos a realidade é mais espessa e a alma mais vulnerável.

s01e01-q0001-1024-85pct

 

Se o primeiro contato que teve com a maldade ocorreu aos 5 anos esta é, contudo, sua memória mais pungente da inesperada mistura de sensações que a invadem quando a verdade sobre o elemento humano se desdobra de dentro de si mesma e toma a forma imunda que lhe é característica.

A imundice, no entanto, ela não vê apenas no outro, mas em si mesma, e é neste processo de navegação por dentro do miolo enodoado do eu que soçobra qualquer esperança da personagem em se afiançar da vergonha de si mesma.

Luria Nolasco é você, é ela, é o outro, sou eu… entretanto a raridade de sua condição, se excogitada ou falaciosa, vai caber ao espectador julgar, aceitar ou ignorar.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *